Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)...

-----------------
Pela Cidade
76 anos da Academia Niteroiens...

-----------------
Em foco
Posse de Dalma Nascimento na A...

-----------------
Informes
Riscos dos Tratamentos Caseiro...

-----------------
Informes
ENEL Questionada em Brasília...

-----------------
Fernando Mello
De Marcha à Ré ...

-----------------
Tnews
Péssimo ASSIM...

Uma Grande Máfia das Águas de Niterói

Vi na edição passada uma severa crítica a esta repugnante empresa “Águas de Niterói”, onde criticaram a forma arrogante e desonesta ao cobrar do usuário uma taxa de 237 reais para interromper o fornecimento de água e 598 reais para retornar o fornecimento. Fiquei indignada, e acrescento mais uma: o hidrômetro é deles, o faturamento é deles, mas, quando o hidrômetro apresenta um defeito, cobrando além da normalidade, ou desordenadamente (como foi o meu caso), eles cobraram 180 reais pela troca.

É um escândalo o comportamento autoritário, aviltante e desonesto desta concessionária, que como diz a nomenclatura, recebeu uma “concessão” do Estado ou município para comercializar um determinado serviço essencial. E põe essencial nisso! Entretanto, usam esta condição de exclusividade para chantagear e avançar nos nossos bolsos. Cobram o que querem, fornecem um serviço sem cuidados, pois se o hidrômetro é avariado, para eles, o fato negativo é convertido em vantagem.    Agora me digam: a quem recorrer? Só têm eles mesmos! A Justiça é lenta e só contempla quem pode pagar bons advogados... Cidadão comum, mediano e sem padrinho morre pagão! Que país desigual, e que incerteza vivemos diariamente.Esses “empresários” receberam vantagens de mão beijada, empréstimos em longo prazo e exclusividade, que é a maior das vantagens; e ainda que tenham “molhado” a mão de alguns, continuam lucrando.

Parece filme de gângster, das “grandes Máfias”, o que em verdade, é o que eles representam! Infelizmente... 


-----------------
Tnews
Péssimo ASSIM

-----------------
Tnews
Sempre aos Domingos

-----------------
Tnews
Secretaria de Políticas de Drogas

-----------------
Tnews
Mensagens Invasivas no Celular

-----------------
Tnews
EA SPORTS

-----------------
Egames
A Maior Feira de Games do Mund...

-----------------
Egames
O 11º Combate Mortal...

-----------------
Egames
Netflix dos Games Retrô ...

-----------------
Egames
Combate a Dengue...

-----------------
Egames
Bom ou Ruim?...

-----------------
Egames
Um Clássico Renascido...

-----------------
Egames
Design de Games e Jogos Digit...

-----------------
Egames
Mina de Ouro...

-----------------
Egames
O Povo de Rua...

-----------------
Egames
Queridinho do Momento...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns