Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Tnews
Era Bom, Ficou Ruim...

-----------------
Egames
Revivendo Clássicos...

-----------------
Fernando Mello
O Morro e os Encostos...

-----------------
Edgard
Perdendo a Decência da Lucide...

-----------------
Edgard
Nikitikitikeru...

-----------------
Internet
Celular Dobrável...

-----------------
Cultura e Cinema
A modinha que não sai de moda...

Até Quando?

Niterói de uns anos para cá deu um salto evolutivo enquanto cidade civilizada. Entretanto, ainda mantém comportamentos provincianos, para não dizer viciados. Esta história de uma empresa comercial, um supermercado, alterar a rotina de uma parte expressiva do Centro da cidade, simplesmente porque está fazendo uma campanha de vendas com o mote de aniversário, é simplesmente inadmissível.

O supermercado Guanabara, para começar é geograficamente mal situado e atrapalharia a cidade, mesmo que ficasse quieto e sem estas promoções gigantescas que faz. Apesar de ter loja em São Gonçalo, esta promoção em Niterói traz o povo de São Gonçalo para estas compras de forma eufórica.

 Acho inadmissível que serviços públicos, como a Guarda Municipal e os agentes de trânsito fiquem à disposição dessas promoções comerciais, embora seja lógico que estes agentes tenham a atribuição legal de controlar e ordenar estes fluxos populacionais. Espanta-me que a prefeitura tenha certo comprometimento com este supermercado. Inclusive soube que o Supermercado Guanabara paga as despesas dessa movimentação dos agentes públicos. 

Mas, é desconfortável ver ruas interditadas ao público para beneficiar uma instituição de caráter privado, principalmente se o objetivo é meramente comercial. Apenas o supermercado lucra com tudo isso. A população que paga impostos, principalmente o IPTU mais caro do mundo, não deveria ficar limitada no seu direito de circulação para uma empresa privada faturar milhões. 

É realmente lamentável e subserviente.


-----------------
Tnews
Era Bom, Ficou Ruim

-----------------
Tnews
Calçadas de Risco

-----------------
Tnews
Até Quando?

-----------------
Tnews
Abandono dos Peixes no Campo

-----------------
Tnews
Perigo no Túnel de São Francisco

-----------------
Egames
Revivendo Clássicos...

-----------------
Egames
O Que Tá Acontecendo?...

-----------------
Egames
Inaceitável...

-----------------
Egames
Investimento em Games?...

-----------------
Egames
Lançamentos da Semana...

-----------------
Egames
PS4 – Mitos e Verdades...

-----------------
Egames
Aranha Humano...

-----------------
Egames
Game XP ...

-----------------
Egames
O Mito dos Illuminatis...

-----------------
Egames
Games in North Korea...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns