Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Em foco
Afirmação de Sucesso...

-----------------
Internet
Invasão Chinesa...

-----------------
Egames
Um Clássico Renascido...

-----------------
Informes
Taberna do Monteiro...

-----------------
Fernando Mello
A Vida é Demais...

-----------------
Informes
Tradição Foi Vendida...

-----------------
Edgard
Direito Imobiliário...

Indefensáveis Razões

Pois é. Esta constante pregação dos aliados do prefeito Rodrigo Neves que ele é inocente e que tudo não passa de uma perseguição do judiciário, que não há culpa formada, etc e etc, não está surtindo efeito, nem como meio de barganha.  A primeira pergunta que devemos fazer é: porque o Judiciário estaria fazendo isso? Qual a razão de perseguir um simples prefeito, sem nenhuma razão plausível?  Dizer que isso é uma falsa acusação do Marcelo Traça, ex-presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário do Rio; e dos empresários dos ônibus, não se sustenta. Dizer que a razão de tudo é uma vingança por Rodrigo Neves ter se negado a aceitar o esquema criminoso, é descabido; pois as delações têm que vir acompanhadas de provas.

Isto é mais uma dessas manobras, ao estilo Lulopetista, de negar compulsivamente e depositar a responsabilidade em alguém, livrando-se das responsabilidades para gerar “dúvidas” quanto à culpa real. E a participação do ex secretário Domício Mascarenhas? Também é uma vingança do Marcelo Traça? As acusações de entregar diretamente pacotes de dinheiro ao prefeito, e envolver os empresários das empresas de ônibus também é uma vingança?  E todos são pobres inocentes?   Porque os ricos empresários não foram soltos?

O Ministério Público não toma decisões baseadas em “falações”, ou acusações sem provas; ou porque “supõe” que existe um esquema criminoso. Isso é banal demais...

Qualquer pessoa que tenha o mínimo de conhecimento do direito criminal sabe que sem provas robustas ninguém fica preso, ainda mais, defendido por um brilhante Técio Lins e Silva, além da interferência poderosa e prestígio de um José Eduardo Cardoso, ex-ministro da Justiça...

É preciso que as pessoas saibam que não existe conspiração alguma; e nem o Ministério Público, (onde envolvem dezenas de procuradores), a polícia, os juízes de primeira instância, mais os desembargadores da segunda instância, vão se reunir para perseguir alguém! Isso é inteiramente inverossímil! É absurdo, e chega a ser ridículo! Só cabe mesmo nas cabeças dos aliados, dos interessados nos seus cargos e nos cúmplices. Pois ninguém se engane!Tem muito mais gente envolvida e que não está conseguindo dormir. Eles estão assustados como ratos e qualquer barulho nas suas portas imaginam que é a polícia chegando.

Se até o momento não soltaram Rodrigo Neves é porque existem razões jurídicas sustentáveis, e que garantem a segurança e a lisura do processo. O desembargador Luiz Noronha Santos, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), deixou para o 3º Grupo de Câmaras Criminais a decisão sobre o agravo impetrado pelo criminalista Técio Lins e Silva, que alega falta de provas para manutenção da prisão.

Aqui na cidade está na hora de parar com essa cantilena insustentável e banal. É igual ao Lula, ungido como mártir e “preso político”. Lula é desonesto, corrupto e desviou fortunas ainda não calculadas, dado ao montante absurdo do assalto aos cofres públicos. Tai, mais uma condenação pelo Sítio de Atibaia. E ficam repetindo como uns mantras nazistas para ver se criam uma “verdade paralela”. Quem conhece o “livrinho de regas comportamentais dos comunistas” reconhece estas insólitas práticas. A instrução é negar até a morte, apesar de todas as evidências e provas cabais. Negam em cima das provas mais irrefutáveis; vide José Dirceu e o João Vaccari Neto. Todos negam com tal convicção, que eles mesmos, num delírio definitivo, acabam acreditando que são vítimas do sistema. Todas estas práticas criminosas são consideradas por eles simples “expropriações” para “justiça social”, ainda que se locupletem numa fúria capitalista, até perderem a razão e a dimensão da realidade.

É possível até que quando o processo chegar ao Supremo Tribunal, guardados os prazos legais, Rodrigo Neves até seja solto para responder o processo em liberdade. O advogado Técio Lins e Silva tem muito prestígio com muitos ministros, especialmente com o Dias Toffoli, que tem relacionamento pessoal e amigável. Mas, Rodrigo Neves será definitivamente impedido de voltar ao cargo. Sentar na cadeira de prefeito, só se for em outro mandato. Nesse atual, acabou! Não tem mais jeito!


-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim...

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Documento
Desproteção: Os Riscos Contr...

-----------------
Documento
HIV-AIDS: A Morte Pelo Preconc...

-----------------
Documento
Politicamente o que Poderá Ac...

-----------------
Documento
A Polêmica Lei Rouanet...

-----------------
Documento
O Novo Panorama Político de N...

-----------------
Documento
O Mundo dos Youtubers...

-----------------
Documento
Nação Dividida: Velhos Amigo...

-----------------
Documento
O Tsunami Bolsonaro...

-----------------
Documento
Pesquisas para Confundir...

-----------------
Documento
O Voto Útil Transformador...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns