Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Tnews
Quem Está Mandando?...

-----------------
Tnews
Quero Explicações...

-----------------
Edgard
Paralisado o Governo...

-----------------
Edgard
Novo Local de Encontros...

-----------------
Egames
Queridinho do Momento...

-----------------
Em foco
Diretoria da ANL...

-----------------
Informes
Compasso de Espera...

Os Lilicos

Regimentalmente não é obrigado usar gravata e paletó nas sessões da Câmara de Vereadores de Niterói, apesar de existir uma antiga cultura deste uso. Num país quente como nosso deveríamos abolir estas práticas por simples questões de conforto. Ninguém fica mais ou menos competente e atuante só porque usa gravata. E no mais, evitaria o uso torto destes acessórios.

Para cumprir este ritual cultural, muitos vereadores de Niterói improvisam o uso; e aí é que está o problema. Se for para criar modismos inadequados, é preferível que não usem. Ficariam mais bem vestidos usando Jeans com camisa pólo.

Fui assistir a uma sessão recentemente e fiquei observando que muitos exageram na falta de senso. Misturam tudo: de quadriculado com bolas ao desencontro cromático dos acessórios. Usam uns tênis de má qualidade (rasteiros), que já seriam suficientes para estragar qualquer visual. Parecem aqueles antigos “Congas”, que representam a classificação de extrema pobreza, até de informação. Usam calças jeans desbotadas e até aquelas muitos rasgadas; com camisas para fora das calças e paletós de tecidos sintéticos, meio brilhosos; além das gravatas com nó frouxo e tortas. É um festival de desencontro de cores e estilos. Nada combina com nada. É um horror visual na mais perfeita sofisticação do mau gosto. Parece uma festa de São João, num município do profundo Sertão Nordestino, ou integrantes de um circo mambembe. Um verdadeiro “arraiá com quentão”.

Me fez lembrar de um antigo personagem de humor da “Praça da Alegria”, o Lilico. Ele usava o bordão do “aquele abraço!”  Estava sempre aparentando embriaguez e tocava um bumbo desencontrado. É a perfeita descrição de alguns vereadores.

As exceções são poucas no trajar correto e sem firulas: 


-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
A modinha que não sai de moda

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Documento
Politicamente o que Poderá Ac...

-----------------
Documento
A Polêmica Lei Rouanet...

-----------------
Documento
O Novo Panorama Político de N...

-----------------
Documento
O Mundo dos Youtubers...

-----------------
Documento
Nação Dividida: Velhos Amigo...

-----------------
Documento
O Tsunami Bolsonaro...

-----------------
Documento
Pesquisas para Confundir...

-----------------
Documento
O Voto Útil Transformador...

-----------------
Documento
A Ameaça dos Mitos na Políti...

-----------------
Documento
O Aparelhamento Político nas ...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns