Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Em foco
Nova Maratona...

-----------------
Em foco
Café Com Empresários...

-----------------
Internet
Sem Rastros...

-----------------
Tnews
Barulho do Carro de Lixo...

-----------------
Tnews
PM + Guarda Municipal...

-----------------
Tnews
Trem como Solução Coletiva...

-----------------
Egames
Incrivelmente Mãe...

Dura Campanha Eleitoral

Vai ser o Diabo!

Maio é o mês que determina a fronteira real nas campanhas eleitorais. Começa pra valer a pré-campanha, aguardando apenas as convenções partidárias para confirmações de número e licença para “se jogar”. Desta vez, temos uma situação agravada pelo sentimento popular em relação aos políticos, que desfrutam de alto grau de rejeição e impopularidade. Há uma generalização emocional, o que não é bom, nem para os políticos e nem para população que deixa de ver com clareza as diferenças ainda existentes entre muitos. Assim como tem gente que necessariamente não deve se eleger, e de preferência deverá responder por suas condutas desonestas, existem políticos de longa trajetória, e de vários partidos, que nunca em sua história tiveram qualquer sombra de dúvida em seus pleitos e jamais foram citados em qualquer falcatrua. Para não ser injusto com algum que possa esquecer, não citarei nomes, mas, existem sim! Mas, as injustiças virão!

 

Entretanto, o momento também é oportuno para os aproveitadores de circunstância, que pelo fato de nunca terem se candidatado acham que levam vantagem sobre os demais, por terem, supostamente, uma ficha limpa. Isso nada quer dizer, e ainda vai confundir muita gente. Alguns que conheço na vida privada e empresarial são tão safados quantos políticos de trajetória nefasta. Vai bastar ter um cargo para logo se revelarem. Eu sugiro atenção e critério nessas escolhas. Está na hora da venda de gato por lebre. Cuidado, muito cuidado...

Existem ainda alguns políticos que estão indo para uma espécie de roleta russa. Precisam de um mandato para sua proteção, e ingenuamente, ou no desespero, acreditam que podem camuflar os bens incompatíveis e inexplicáveis ocultando suas posses em “laranjas”, embora publicamente usufruam destes bens sem pudor, e até com vaidade. Deveriam ficar onde estão e não chamar tanta atenção. Movimentam-se e despertam oposições raivosas. Depois que começa a disputa eleitoral o diabo participa. As denúncias e ódios se multiplicam e até acusações falsas e inverossímeis aparecem. É uma espécie de vaidade vingativa que ao invés de cuidarem de suas campanhas, tratam de correr atrás das campanhas alheias. Isso é antigo e não vai mudar. Existe sempre um urubu voando supondo que existe algo podre em que possa se beneficiar.

De qualquer forma, esta campanha eleitoral vai ser muito dura, inclusive para os limpos, que serão alvos prediletos para ataques, pois os “sugismundos da política” querem nivelar tudo por baixo. A política só terá melhores dias com a presença de candidatos comprometidos com a causa pública, mas, fiscalizados e cobrados por todos, incluindo aqueles que não votaram naquele eleito. Quanto mais a população, por desânimo, revolta e nojo se afasta, pior ficará a situação. Este asco existente em tanta gente convém a “politicalha punguista”, que detém meios escusos de fazer campanha, mantendo controle sobre comunidades, seja na compra de votos e favores ou na intimidação e violência. Estes possuem uns nichos de eleitores “cativos” comprimidos nessas manobras, que eles, como boi manhoso e velhaco, finge e escamoteia suas ações, e agem como corno conveniente: a mulher pode fazer o que quiser e com quem quiser, desde que ele possa usá-la inescrupulosamente para seus objetivos infames. Se vencer a eleição, as favas a vergonha na cara! A decência e amor próprio! O que importa é continuar nessa ladroagem corriqueira, chafurdados na mais absoluta nojeira! É filial do Inferno, cuspindo fogo nos inocentes contribuintes, mas, culpados pelas más escolhas e votos vendidos. 


-----------------
Cultura e Cinema
Singular

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim...

-----------------
Cultura e Cinema
Oxigênio

-----------------
Cultura e Cinema
Um Sonho

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim...

-----------------
Documento
Concessionárias: O Cliente é...

-----------------
Documento
Por Onde Começar a Procurar...

-----------------
Documento
O Maldito Foro Privilegiado...

-----------------
Documento
Os Nossos Direitos São Respei...

-----------------
Documento
Cinco Anos Dedicados às Trans...

-----------------
Documento
Negligência e Crueldade...

-----------------
Documento
O Que Mudou no Facebook?...

-----------------
Documento
Insegurança: O Mal do Brasil...

-----------------
Documento
Perspectivas Sombrias...

-----------------
Documento
E o DIZ, Disse!...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns