Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Pela Cidade
Expo Imagens e Haicais...

-----------------
Em foco
Holocausto Nunca Mais...

-----------------
Internet
Vigilância e Controle Digital...

-----------------
Tnews
Equivocada Boa Intenção...

-----------------
Tnews
Região Oceânica em Guerra...

-----------------
Egames
Vida Longa a DC...

-----------------
Documento
O Maldito Foro Privilegiado...

Testosterona em Mulheres

A testosterona é vista como hormônio masculino, pois seus níveis sanguíneos no homem são de até 30 vezes maiores que nas mulheres. Entretanto, apesar da polêmica existente, é um hormônio que é também produzido pelas mulheres, e é tão importante quanto para os homens. O sedentarismo, o uso de anticoncepcionais, estresse e a alimentação irregular levam à diminuição da testosterona em mulheres jovens, que apresentam sintomas como, ganho de peso, fadiga, queda da libido, e até diminuição de massa muscular.

A produção da testosterona cai significativamente após a menopausa, piorando os sintomas. Algumas vezes mulheres sentem cansaço intenso, desanimo e até depressão. Tomam ansiolíticos ou antidepressivos e não apresentam melhoras. O problema, muitas vezes está associado a uma deficiência hormonal que deixou de ser avaliada.

Importante frisar que a testosterona deve ter níveis ideais e controlados. Assim, traz inúmeros benefícios. A mulher tem mais disposição física, ajuda a emagrecer, eleva capacidade de memória, aumenta a massa muscular, melhora libido sexual, tem efeito antidepressivo, cardioprotetor e aumenta massa óssea. Entretanto, o excesso pode apresentar sintomas em mulheres como queda de cabelo, alteração da voz, aumento da acne, pele oleosa, e até aumento do clitóris. O uso indevido masculiniza.

Devemos tomar cuidado. Uma avaliação rigorosa e detalhada deve ser feita que se possa constatar de fato se há deficiência desse hormônio. Exames de laboratório são imprescindíveis para recomendar ou não a terapia de reposição com testosterona (TRT).  Apesar dos benefícios, existem contra-indicações. Sob hipótese alguma se deve fazer reposição com testosterona, se a mulher tiver histórico pessoal ou familiar de câncer de mama ou útero. 

Por isso, mulheres, a alimentação balanceada, com carne vermelha, nozes, castanhas, azeitonas, amêndoas, azeite extra-virgem de oliva, linhaça, abacate e óleos vegetais (coco e girassol), praticar atividade física, ter uma noite de sono reparadora são ótimas maneiras de retardar a queda de testosterona.


-----------------
Dnutricao
Fobia de carboidratos? Por quê?

-----------------
Dnutricao
Fobia de Carboidrato?

-----------------
Dnutricao
A Coenzima Q10

-----------------
Dnutricao
Qual é a Sua Desculpa?

-----------------
Dnutricao
Quando Utilizá-la?

-----------------
Internet
Vigilância e Controle Digital...

-----------------
Internet
Isso Muito BlackMirror...

-----------------
Internet
Controle Remoto...

-----------------
Internet
Se Tá na Internet... É Menti...

-----------------
Internet
Internet Segura...

-----------------
Internet
4ª Revolução Industrial...

-----------------
Internet
Celular Infectado...

-----------------
Internet
Celular para Maiores de 16...

-----------------
Internet
Bitcoin Deve Ser Proibido?...

-----------------
Internet
Fui Hackeado e Agora?...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns