Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Edgard
Indefensáveis Razões...

-----------------
Edgard
PSOL na Rede...

-----------------
Edgard
Posse no Tribunal de Justiça ...

-----------------
Internet
A Zueira Não Tem Fim...

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)...

-----------------
Fernando Mello
Cadê os Snipers?...

-----------------
Egames
Design de Games e Jogos Digit...

 

Política in Facebook???

Não é segredo pra ninguém que o modelo de negócio do Facebook está baseado na coleta de dados, embora a empresa venha negando até hoje o mau uso de informações do público em todas as investigações feitas sobre isso. E sabido que todos os escândalos recentes; desde a proliferação de fakenews até a compra de dados, para a eleição de Donald Trump, tem levantado muitas suspeitas sobre a transparência da rede social e o compromisso com a proteção dos dados dos usuários.

De fato a Cambridge Analytica, empresa responsável pelas pesquisas da campanha do atual presidente americano já havia se envolvido em polêmica quando “trabalhou” nas pesquisas com cidadãos ingleses quando estes “optaram” pela saída do país da união europeia. Segundo as atuais acusações, a Cambridge “comprou” informações sobre os usuários com o propósito da criação de um sistema capaz de influenciar as decisões do eleitorado americano.

Como resposta ao “não uso/não coleta” das informações dos usuários a rede social informou recentemente que pretende lançar uma “ferramenta” para tornar a propaganda política “transparente” durante uma importante eleição regional na Alemanha. Para garantir a “eficácia” afirma que somente irá permitir anunciante “autorizado” a veicular propaganda eleitoral e que estes anúncios deverão ser claramente identificados.

É muito contraditório uma empresa negar que realiza coleta de dados e no mês seguinte anunciar uma ferramenta que trabalha justamente com isso. E mais, é preocupante não só o uso indevido desses dados como a “autorização” política; afinal quem irá autorizar ou desautorizar?... O algoritmo, que permite a veiculação de fotos de mutilação e vídeos de suicídio, e que ignora atos criminosos de racismo e preconceito?

 

O que podemos concluir com isso tudo é que o Facebook se tornou forte demais e ao que parece não respeita qualquer regra ou lei no mundo.

 

 


-----------------
Internet
A Zueira Não Tem Fim

-----------------
Internet
Produtividade Moderna

-----------------
Internet
Sentimentos Robotizados

-----------------
Internet
Seria o Fim da Internet?

-----------------
Internet
Celular Dobrável

-----------------
Edgard
Indefensáveis Razões...

-----------------
Edgard
PSOL na Rede...

-----------------
Edgard
Posse no Tribunal de Justiça ...

-----------------
Edgard
Concluindo um Ciclo...

-----------------
Edgard
Abstinência da Vagabundagem ...

-----------------
Edgard
Destinos Siameses...

-----------------
Edgard
Paralisado o Governo...

-----------------
Edgard
Novo Local de Encontros...

-----------------
Edgard
O Uber Preto com Brasão...

-----------------
Edgard
Os Lilicos ...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns