Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)...

-----------------
Pela Cidade
76 anos da Academia Niteroiens...

-----------------
Em foco
Posse de Dalma Nascimento na A...

-----------------
Informes
Riscos dos Tratamentos Caseiro...

-----------------
Informes
ENEL Questionada em Brasília...

-----------------
Fernando Mello
De Marcha à Ré ...

-----------------
Tnews
Péssimo ASSIM...

Mina de Ouro

Só se você estava dormindo nos últimos seis meses, e não conhece o game sensação do momento; “Fortnite” acaba de se tornar o jogo mais lucrativo no ano.

Brincadeiras a parte, o fato é que o game se tornou uma verdadeira mina de ouro para seus criadores e distribuidores. Mesmo sendo gratuito, o jogo lucra, e lucra muito mesmo com a venda de passes de batalha, danças e skins. De acordo com o primeiro balanço do game do gênero ação e tiro, ele faturou em 2018 a bagatela de 2,5 bilhões de dólares em 2018 se tornando o jogo gratuito mais lucrativo do ano. “Fortnite” foi a grande sensação dos games em 2018.

Mesmo gratuito, segundo uma pesquisa divulgada pela Nielsen a franquia se tornou bilionária ao lucrar massivamente com micro transações como venda de itens virtuais, dinheiro virtual e passe de batalha sazonal. Dentre as micro transações, estão às famosas danças do jogo e as “skins”, roupas para os personagens controlados pelas pessoas. Cada um desses itens tem diferentes níveis de raridade: quanto mais rara, mais ela custa em v-bucks, a moeda corrente dentro do jogo. Quem não deve estar muito feliz são as mães e os pais com as faturas dos cartões de crédito, visto que o game possui muito apelo infanto-juvenil.

Então se lembrem, fique de olho em todas as atividades online dos seus pequenos, ou a surpresa pode ser uma conta ligeiramente alta para pagar.


-----------------
Egames
A Maior Feira de Games do Mundo

-----------------
Egames
O 11º Combate Mortal

-----------------
Egames
Netflix dos Games Retrô

-----------------
Egames
Combate a Dengue

-----------------
Egames
Bom ou Ruim?

-----------------
Fernando Mello
De Marcha à Ré ...

-----------------
Fernando Mello
“Canalhocracia”...

-----------------
Fernando Mello
Obra nas Coxas...

-----------------
Fernando Mello
Chuvas X Políticos...

-----------------
Fernando Mello
Prendeu Soltou...

-----------------
Fernando Mello
Quem Matou Anderson Gomes e Ma...

-----------------
Fernando Mello
A Vida é Demais...

-----------------
Fernando Mello
Cadê os Snipers?...

-----------------
Fernando Mello
Que Conta é Essa?...

-----------------
Fernando Mello
O Festão Popular...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns