Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Internet
Turistas Autorizados...

-----------------
Pela Cidade
Posse na Presidência do Rotar...

-----------------
Tnews
Risco de Vida...

-----------------
Egames
CS in Copa...

-----------------
Fernando Mello
Alpinismo Político na OAB...

-----------------
Edgard
Golpe é Isto!...

-----------------
Edgard
Dia do Escritor...

A República de Benfica

Muitas coisas que lemos na internet são besteiras tão grandes que sequer conseguimos acreditar que esse tipo de notícia pode sobreviver.

Outra questão que depreendi lendo umas e outras é que as pessoas que são de direita estão meio que confinadas em separado, espremidas pela esquerda carnavalesca.

Mas, como nosso país é estranho, triste e alegre, miserável de reais boas idéias e terrível em seus ideais, principalmente na hora da execução ficamos assim, imaginando como seria, jamais concretizando.

Nosso país é um quebra cabeça de republiquetas. Lembro de algumas como a República das Bananas, República de Alagoas, República do ABC e, mais recentemente, República de Curitiba.

São traços toscos da nossa personalidade que foi montada como um quebra-cabeça esquizofrênico.

Uma ampla gama dos nossos políticos está mergulhada no lodo da ladroagem. Temos que dar um destaque enorme ao nascimento de mais uma República, a de Benfica, onde fica o presídio e moradia de ex-governador, presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio e demais corruptos agregados ao esquema furto-do-dinheiro-público.

Uma lenda urbana diz que o povo é vítima porque não tem educação básica. Mentira. Somos um povo esperto, muito esperto, que sabe direitinho o que está acontecendo. Quando os políticos larápios vão às ruas e comunidades pedir votos sabem que em muitos casos tem que oferecer alguma coisa. Às vezes, dinheiro vivo. Boa parte dos eleitores finge que não viu, embolsam as promessas e fazem de Eduardo Cunha, os Picciani, Aécio, Lula os mais votados. Eles não entraram no poder à força. Foram eleitos e tem a procuração de todos nós.

Muitos dizem, em delírios na internet, que os problemas no Brasil começaram em 1.500, com a descoberta. Não é verdade. A corrupção chegou ao país no dia 7 de março de 1808 quando D. João VI, com medo de Napoleão, veio para cá corrido, trazendo a Corte toda para o Rio de Janeiro. Para não ser chacinado pelos franceses na travessia do Atlântico, o imperador contratou a marinha britânica que veio escoltando a frota da Corte como leões de chácara de bordeis. Em troca os ingleses ganharam o ouro de Minas Gerais.

Para pagar suas contas pessoais (incluindo prostitutas quase adolescentes) D. João VI fundou o Banco do Brasil sete meses após a chegada, em 12 de outubro de 1808. Sim, o BB nasceu para dar gordas mesadas ao imperador e seus asseclas. Na mesma época, seguindo o (mau) exemplo do imperador, fiscais começaram a cobrar propinas; o tráfico humano prosperou; enfim, a mãe de todas as lambanças que aí estão foi a Corte.

Outra lenda urbana é a fantasia de que os militares não praticam corrupção. O mito foi abaixo com o escândalo revelado pelo UOL e confirmado pelo governo. Leia: O MPM (Ministério Público Militar) identificou, nos últimos dez anos, desvios de pelo menos R$ 191 milhões nas Forças Armadas. Boa parte deste valor é resultado de crimes como fraudes a licitações, corrupção passiva, ativa, peculato e estelionato (...) A análise dos dados extraídos das denúncias oferecidas pelo MPM permite dizer que o perfil dos casos de corrupção nas Forças Armadas é semelhante ao de outras instituições públicas civis (...) A íntegra da reportagem está neste link: https://www.uol/noticias/especiais/corrupcao-nos-quarteis.htm#corrupcao-peculato-e-estelionato?cmpid=copiaecola 

Ou seja, D. João VI e seu bando fizeram história. Sem H. A República de Benfica ainda é café pequeno.


-----------------
Fernando Mello
Alpinismo Político na OAB

-----------------
Fernando Mello
Cristiano Ronaldo X Neymar

-----------------
Fernando Mello
Esquerda Capitalista

-----------------
Fernando Mello
Dano Moral X Mero Aborrecimento

-----------------
Fernando Mello
Radares no Atacado

-----------------
Pela Cidade
Posse na Presidência do Rotar...

-----------------
Pela Cidade
60 Anos de Casados...

-----------------
Pela Cidade
Reforma Trabalhista...

-----------------
Pela Cidade
Academia Niteroiense Maçônic...

-----------------
Pela Cidade
Expo Imagens e Haicais...

-----------------
Pela Cidade
Posse na Academia de Letras...

-----------------
Pela Cidade
Aniversário Temático de Marc...

-----------------
Pela Cidade
Aniversariantes da Edição...

-----------------
Pela Cidade
Chá Beneficente da Pestalozzi...

-----------------
Pela Cidade
Vernissage da Nikitikitiquero...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns