Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Edgard
País das Chicanas...

-----------------
Edgard
Mares Literários...

-----------------
Cultura e Cinema
Festival MIMO de Cinema Paraty...

-----------------
Cultura e Cinema
Para Idosos...

-----------------
Internet
Iphones Novinhos...

-----------------
Documento
A Ameaça dos Mitos na Políti...

-----------------
Fernando Mello
Faca, Tiro e Bomba...

Queimando o Temer

Depois dessa semana cheia dos golpes e façanhas do JBF, malas cheias de dinheiro, gravações sendo periciadas, e se até agora o Temer ainda não renunciou, isso será um milagre.

Como um presidente da República recebe na sua residência oficial um empresário investigado, altas horas da noite, para conversar? Está tudo podre e precisamos de muita calma nessa hora. A nossa democracia não pode ser considerada frágil e não podemos sair por aí gritando como galinhas indo para o abate.

Frágil, terrível, sem eira nem beira, desmiolado, intencional, mal nascido e criado para criminosos é o nosso sistema político-eleitoral, que permite que ladrões, corruptos, analfabetos, idiotas, canalhas, vermes, réus de todas as espécies, além de mentirosos concorram a cargos políticos.

Existem vários agravantes na nossa vida nacional. Quando digo vida nacional, falo em moral nacional. Os políticos não nos representam, ou seja, não somos nós que estamos lá roubando e conspirando para o dia seguinte ficarmos mais ricos ainda.

Não pode ser concebível que durante a operação Lava-Jato ainda exista o pagamento de “semanada” ao preso Eduardo Cunha. Pior: como o Temer ainda concorda com esse tipo de joça imoral. 

Temer, se não me engano, é promotor de justiça, um constitucionalista com livros publicados, professor universitário... Ou seja, Temer é exatamente o inverso do Lula, quando o ângulo que se quer enxergar é o cultural, do conhecimento, da formação e do estudo. Temer, com toda a base bem formada, demonstrou ser igual ao Lula: um corrupto e corruptível de primeira linha.

Que me desculpem leitores mais sensíveis, mas nesta semana cheguei a desejar a morte de todos os integrantes do Congresso Nacional. Mas, como não sou um assassino, desejo sim, a morte político-social de cada um deles. Que sejam alijados do convívio social e que fiquem presos num presídio especial com diárias pagas com os seus dinheiros escondidos, já que todos os seus bens e contas sofreriam bloqueios online. Além disso, suas famílias perderiam todas as mordomias até agora ilegalmente e injustamente proporcionadas, como planos de saúde e etc.

Quanto àquelas empresas JBF e J&F, fácil de resolver: iria encampar e estatizar pelo prazo de 1 ano. Em seguida, abriria o capital. Seria a forma de reembolso moral e financeiro.

A prisão de toda a cúpula do BNDES é questão de ordem nacional. O impeachment de alguns ministros do STF também deveria ser considerado, já que está muito evidente o envolvimento político-partidário de alguns ministros. 

Não dá para ficar no STF sem isenção. Lá é lugar de senhores do direito. Pelo menos deveria ser, mas isso acabou na “era Lula”.

O pessoal que apóia o Lula custa a desenvolver um raciocínio lógico. Achar que Lula é ladrão não quer dizer que se apóia o Aécio. Quem quer ver o Lula preso, quer ver todos presos, inclusive Aécio, Temer e, se algum dia alguém descobrir algum desvio, até a prisão do Moro.

O que quero é lutar pelo Brasil e pela democracia. Neste caso, respeitar a Constituição.

E lutar por um Brasil mais honesto pode, sim, ser uma tarefa de uma geração como a minha. Lutamos pela democracia e gritamos pelas Diretas quando o Brasil estava numa ditadura.

Isso não quer dizer que devemos gritar por diretas numa democracia e quando a Constituição não prevê que seja assim.


-----------------
Fernando Mello
Faca, Tiro e Bomba

-----------------
Fernando Mello
A Morte Anunciada

-----------------
Fernando Mello
Vai Votar em Quem?

-----------------
Fernando Mello
Niterói, uma Cidade Quase Sem Parques

-----------------
Fernando Mello
Barcas Invisíveis

-----------------
Pela Cidade
Encontro de Apoio...

-----------------
Pela Cidade
Mérito do Repórter...

-----------------
Pela Cidade
Festa da Família Lemos...

-----------------
Pela Cidade
Encontros...

-----------------
Pela Cidade
Lançamento Eleitoral de Suces...

-----------------
Pela Cidade
Marcando Presença...

-----------------
Pela Cidade
Posse na Presidência do Rotar...

-----------------
Pela Cidade
60 Anos de Casados...

-----------------
Pela Cidade
Reforma Trabalhista...

-----------------
Pela Cidade
Academia Niteroiense Maçônic...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns