Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Tnews
Era Bom, Ficou Ruim...

-----------------
Egames
Revivendo Clássicos...

-----------------
Fernando Mello
O Morro e os Encostos...

-----------------
Edgard
Perdendo a Decência da Lucide...

-----------------
Edgard
Nikitikitikeru...

-----------------
Internet
Celular Dobrável...

-----------------
Cultura e Cinema
A modinha que não sai de moda...

Premiação para Criminosos

A Câmara dos Vereadores de Niterói aprovou mensagem do prefeito que: “ME 18-2018 – Autoriza o Poder Executivo a realizar o pagamento de indenização pela entrega voluntária de armas de fogo na circunscrição do município, feitas na Delegacia da Polícia Federal sediada no município de Niterói, de acordo com procedimentos legais cabíveis. Quem entregar um fuzil, metralhadora ou submetralhadora vai receber R$ 8 mil; pistola ou granada R$ 3 mil; e revólver ou espingarda R$ 1 mil.”

Apesar da intenção supostamente pacificadora, existe um absurdo legal nisso. Ter a posse, portar ou negociar armamentos como fuzil, metralhadora, submetralhadora e granada, é crime. Estes armamentos são privativos das Forças Armadas e de segurança, e somente estarão nas mãos de um civil se for por desvio, compra ilegal e tráfico de armas.

Como é que se pode gratificar a quem comete crime? 

Ainda foi criado o “Sistema de Premiação Especial por Apreensão de Armas de Fogo”, feitas pelos agentes da prefeitura. Ou seja: a Guarda Municipal está autorizada a sair por aí apreendendo armas na cidade, que serão devidamente gratificados com os mesmos valores e escala citada acima. Além do desvio de função estatutária, estão jogando estes guardas em situação de risco, onde eles não estão preparados para esta função. Ninguém (sem ser militar ou policial) porta uma metralhadora ou fuzil sem ser bandido. Com o estímulo de receberem uma gratificação de 8 mil reais estes guardas vão arriscar suas vidas tentando tomar estas armas de quem é especialista em matar. É a tragédia anunciada subsidiada pela municipalidade.

O Ministério Público e as Forças Armadas deveriam intervir para salvar vidas e por ordem nesse arranjo suicida. 


-----------------
Edgard
Perdendo a Decência da Lucidez

-----------------
Edgard
Nikitikitikeru

-----------------
Edgard
Poderia Ficar Calado

-----------------
Edgard
Cidadão Niteroiense

-----------------
Edgard
Novo Acadêmico na ANF

-----------------
Tnews
Era Bom, Ficou Ruim...

-----------------
Tnews
Calçadas de Risco...

-----------------
Tnews
Até Quando?...

-----------------
Tnews
Abandono dos Peixes no Campo...

-----------------
Tnews
Perigo no Túnel de São Franc...

-----------------
Tnews
Praça de Guerra!...

-----------------
Tnews
ENEL ou ZONA?...

-----------------
Tnews
Flanelinhas Soltos...

-----------------
Tnews
Sem Retorno...

-----------------
Tnews
Bagunça da ENEL...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns