Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Edgard
Poderia Ficar Calado...

-----------------
Edgard
Cidadão Niteroiense...

-----------------
Edgard
Novo Acadêmico na ANF...

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)...

-----------------
Internet
Educação a Distância Mesmo....

-----------------
Documento
O Mundo dos Youtubers...

-----------------
Fernando Mello
Cheque Especial Demais...

Agressões Oportunistas

Atendendo a uma convocação da defesa do ex-deputado Jorge Picianni, depuseram no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, os deputados Estaduais Zaqueu Teixeira (PT), Comte Bittencourt (PPS) e Paulo Ramos (PDT). Até aí, nada de mais, considerando que um depoimento à Justiça deve ser verdadeiro e cumpre-se o objetivo da ampla defesa, concedida por direito ao réu. Todos eles, que são reconhecidamente bons parlamentares e independentes em suas atuações na ALERJ, disseram, mais ou menos o mesmo conteúdo: “as relações com Picianni eram apenas parlamentares, que em nenhum momento o ex-presidente fez ou insinuou qualquer atitude ilícita, que eram tratados com respeito, urbanidade e da forma mais republicana possível. E Picianni, sempre tratou a todos igualmente, cumprindo tratos, promessas e era gentil e obsequioso”.

Não era para se esperar outro comportamento dos depoentes, pois retrata a mais absoluta transparência da verdade. Todos os 72 deputados eram tratados assim. Isso pode ser confirmado com o mais rigoroso e radical membro da oposição, o deputado Marcelo Freixo.

Para ser justo e analisar sem paixão tendenciosa, o comportamento de Picianni enquanto presidente da ALERJ, difere completamente do comportamento que a ele é atribuído, praticando delitos junto com Paulo Melo e Albertasi; ou mesmo reflete as suas relações com Sergio Cabral.

 

Daí, maliciosamente, oposições raivosas, em redes sociais fizeram comentários desairosos e perniciosos contra os parlamentares, como se cumprir a obrigação legal implicasse em participação nos delitos de Picianni, ou mesmo Paulo Melo. Como estamos em período eleitoral, opositores lançam mão de expedientes nem sempre justos e éticos. Lamentavelmente.


-----------------
Edgard
Poderia Ficar Calado

-----------------
Edgard
Cidadão Niteroiense

-----------------
Edgard
Novo Acadêmico na ANF

-----------------
Edgard
Apoios Incondicionais

-----------------
Edgard
Diferenças Visíveis

-----------------
Tnews
Calçadas de Risco...

-----------------
Tnews
Até Quando?...

-----------------
Tnews
Abandono dos Peixes no Campo...

-----------------
Tnews
Perigo no Túnel de São Franc...

-----------------
Tnews
Praça de Guerra!...

-----------------
Tnews
ENEL ou ZONA?...

-----------------
Tnews
Flanelinhas Soltos...

-----------------
Tnews
Sem Retorno...

-----------------
Tnews
Bagunça da ENEL...

-----------------
Tnews
Péssimas Calçadas...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns