Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Tnews
Era Bom, Ficou Ruim...

-----------------
Egames
Revivendo Clássicos...

-----------------
Fernando Mello
O Morro e os Encostos...

-----------------
Edgard
Perdendo a Decência da Lucide...

-----------------
Edgard
Nikitikitikeru...

-----------------
Internet
Celular Dobrável...

-----------------
Cultura e Cinema
A modinha que não sai de moda...

Abriram as Comportas

Finalmente abriram as comportas para investigações e punições nos desvios e desfalques nos Fundos de Pensão. Agora começa uma nova etapa e aparecerão novos atores. O destaque maior é a prisão de Marcelo Sereno, que com toda autoridade petista era o grande representante (quase encarnado) do José Dirceu. Ocupou cargos importantes, especialmente durante a permanência de José Dirceu no Ministério do Lula. Mesmo após a queda do Dirceu ele continuou mandando muito. Nessa época, os petistas faziam o “beija a mão” do todo poderoso Marcelo Sereno. Se alguém desejava algo, tinha que pedir para o Sereno, que todos diziam que era o homem forte no Estado do Rio de Janeiro. 

Com a seguida decadência do esquema petista ele foi ocupando cargos de menor projeção, o que não quer dizer que tivesse menos poder e numerário bastante para usar. Aliou-se ao então prefeito de Maricá, Washington Quaquá, tornando-se secretário da prefeitura e passou a “reinar” deste lugar tenente. Todas as decisões estaduais foram para a então “República de Maricá”. Sereno foi chancelado e dava sugestões ao também prepotente Quaquá. Desse reduto a Polícia Federal tem muito a tirar e revelar. Existe muito dinheiro nessas transações.

Agora, as investigações vão apurar profundamente os Fundos Postalis (Correios) e Serpros (Serpro – empresa pública de tecnologia da informação). Também são alvos da operação o empresário Arthur Machado, o sindicalista Carlos Alberto Valadares, o lobista Milton Lyra, ligado ao MDB, e o ex-chefe de gabinete da presidência dos Correios Adeilson Telles. Os demais alvos são operadores financeiros que enviaram recursos para o exterior. 

A expectativa agora é que se revelem os atores da “República de Maricá”, que abrigou inúmeros petistas e adeptos de Niterói, que tiveram alguma projeção por aqui, mas, com a retração pela repressão, se “refugiaram” em Maricá para continuarem com suas práticas deletérias. Em pouco tempo, muita gente, aparentemente impune vai ser visitada pelo carro preto de letras douradas. Vai ser uma nova e surpreendente festa, especialmente num momento eleitoral. 

Tem candidatos niteroienses tomando remédios para diarréia. 


-----------------
Edgard
Perdendo a Decência da Lucidez

-----------------
Edgard
Nikitikitikeru

-----------------
Edgard
Poderia Ficar Calado

-----------------
Edgard
Cidadão Niteroiense

-----------------
Edgard
Novo Acadêmico na ANF

-----------------
Tnews
Era Bom, Ficou Ruim...

-----------------
Tnews
Calçadas de Risco...

-----------------
Tnews
Até Quando?...

-----------------
Tnews
Abandono dos Peixes no Campo...

-----------------
Tnews
Perigo no Túnel de São Franc...

-----------------
Tnews
Praça de Guerra!...

-----------------
Tnews
ENEL ou ZONA?...

-----------------
Tnews
Flanelinhas Soltos...

-----------------
Tnews
Sem Retorno...

-----------------
Tnews
Bagunça da ENEL...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns