Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Internet
Turistas Autorizados...

-----------------
Pela Cidade
Posse na Presidência do Rotar...

-----------------
Tnews
Risco de Vida...

-----------------
Egames
CS in Copa...

-----------------
Fernando Mello
Alpinismo Político na OAB...

-----------------
Edgard
Golpe é Isto!...

-----------------
Edgard
Dia do Escritor...

Com a Mala Pronta

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal rejeitou os termos da Delação Premiada do marqueteiro Renato Pereira, dono da Agência Prole. Reenviou para a Procuradoria Geral para que faça as correções, especialmente quanto aos “bônus e perdões” para os crimes praticados. Ele alegou que o Ministério Público não tem autoridade para definir perdões e penas, prazos e indenizações. Desenhou-se uma clara disputa entre o Supremo e o MP, fato que já existia desde a gestão do procurador Rodrigo Janot. Este tipo de conduta do ministro, quando desautoriza o MP, enfraquece o poder de convencimento e confiança nos procuradores, onde os próximos delatores não terão segurança para fazerem acordos, cientes que tudo pode vir abaixo depois de combinado com o MP.

Esta insegurança limita o instituto da “Colaboração Premiada”, desestimula novas revelações, e ainda, os “colaboradores” se sentirão ameaçados na segurança pessoal e da família, com a liberação precoce do sigilo da delação, pondo todos em risco. Esta atitude do ministro sugere uma punição para quem delata, desestimulando outros possíveis “colaboradores”, pelo risco imposto com o escancaramento precoce dos fatos relatados. Ademais, atrapalha as investigações em curso, oportunizando aos criminosos as manobras possíveis de encobrimento de provas, inclusive a literal eliminação de testemunhas chaves.  

A procuradora Geral, Raquel Dodge, insistiu na retenção e sigilo das informações, pois enfraqueceria as operações em curso e expõe demasiadamente o delator Renato Pereira e sua família. Ela entrou com um embargo de declarações.

Esta queda de braço entre alguns ministros do Supremo e a Procuradoria Geral da República, dá um fôlego momentâneo para alguns delatados, que ganham tempo para criar explicações para os crimes anunciados, como é o caso do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves e assessores. O ex-coordenador de Comunicação André Felipe Gagliano Alves, que não tem foro privilegiado, tem o caminho pavimentado para cair de joelhos para o juiz Marcelo Bretas, e não vai ter escapatória. Não vai ter choro nem vela; e lá na hora da audiência, ou fica calado, ou perde tempo com negativas ou respostas prontas “que sempre fez tudo dentro da lei”... Essa ladainha não vai convencer e nem vai impedir a sentença do juiz, que fará juízo próprio a partir dessas evasivas e manobras circenses. 

Convém a esta turma de Niterói manter uma malinha pronta para uma inesperada condução da Polícia Federal ao seu inevitável destino: a cadeia.


-----------------
Edgard
Golpe é Isto!

-----------------
Edgard
Dia do Escritor

-----------------
Edgard
Uma Tragédia Anunciada

-----------------
Edgard
Injustificável e Cruel

-----------------
Edgard
Torcedores do Brasil

-----------------
Tnews
Risco de Vida...

-----------------
Tnews
Maldita Vuvuzela!...

-----------------
Tnews
Tantos Projetos... Sem Conclus...

-----------------
Tnews
Exposição Sobre Copas na SFF...

-----------------
Tnews
Imposição Religiosa no Colet...

-----------------
Tnews
A Propósito da Exclusividade...

-----------------
Tnews
Estranho Abastecimento ...

-----------------
Tnews
Barulho do Carro de Lixo...

-----------------
Tnews
PM + Guarda Municipal...

-----------------
Tnews
Trem como Solução Coletiva...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns