Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Edgard
País das Chicanas...

-----------------
Edgard
Mares Literários...

-----------------
Cultura e Cinema
Festival MIMO de Cinema Paraty...

-----------------
Cultura e Cinema
Para Idosos...

-----------------
Internet
Iphones Novinhos...

-----------------
Documento
A Ameaça dos Mitos na Políti...

-----------------
Fernando Mello
Faca, Tiro e Bomba...

Por Onde Começar a Procurar

 

Quem nunca teve um parente, um filho, que demorou a chegar e nos causou preocupação e incertezas? Atualmente, com o quadro de violência urbana que nos assola, estes sobressaltos aumentam, principalmente quando os meios de comunicação se esgotam. É muito comum no uso dos smartfones, principalmente entre jovens, o acumulo de aplicativos, uso constante da internet e ouvir músicas, que condiciona a falta de bateria nos telefones, causando este corte de comunicação.

Se por algum motivo, o esperado retorno não acontece, invariavelmente causa apreensão, quando não gera pânico na família. Em parte, por falta de uma cultura de prevenção de acidentes e a necessidade de mudanças de hábitos em relação à segurança. Quando um fato como este acontece é o momento em que descobrimos que não nos protegemos devidamente.

Vamos analisar e propor algumas medidas para minimizar os riscos e saber efetivamente por onde começar a procurar quando um ente próximo na aparece e nem temos notícias.Quem nunca teve um parente, um filho, que demorou a chegar e nos causou preocupação e incertezas? Atualmente, com o quadro de violência urbana que nos assola, estes sobressaltos aumentam, principalmente quando os meios de comunicação se esgotam. É muito comum no uso dos smartfones, principalmente entre jovens, o acumulo de aplicativos, uso constante da internet e ouvir músicas, que condiciona a falta de bateria nos telefones, causando este corte de comunicação.

 

Se por algum motivo, o esperado retorno não acontece, invariavelmente causa apreensão, quando não gera pânico na família. Em parte, por falta de uma cultura de prevenção de acidentes e a necessidade de mudanças de hábitos em relação à segurança. Quando um fato como este acontece é o momento em que descobrimos que não nos protegemos devidamente.

 

Vamos analisar e propor algumas medidas para minimizar os riscos e saber efetivamente por onde começar a procurar quando um ente próximo na aparece e nem temos notícias.

A primeira medida de prevenção é a informação antecipada. Pode especialmente parecer aos filhos que os pais querem aumentar o controle, mas é medida necessária a adaptação aos dias atuais. Qualquer membro da família deve permanentemente manter contato com a família. Não deve passar muitas horas sem nenhuma informação. Bastará um Whatsapp ou uma ligação, dizendo que está bem e em tal lugar. Esta simples referência minimiza muito a busca em caso de desaparecimento. A segunda medida é manter uma agenda atualizada dos contatos habituais dos membros da família, principalmente amigos próximos de filhos. Se alguém vai sair para uma festa, por exemplo, é importante anotar o endereço do local, o telefone dos amigos acompanhantes e estabelecer parâmetros de tempo, como hora prevista para o retorno. Pode parecer chato e controlador, mas, é infinitamente tranqüilizante, ter estes dados e uma relação de cumplicidade entre entes da mesma família. Ter os telefones dos acompanhantes é no mínimo uma chance que um dos telefones não fique sem bateria e fora de área.  É importante estabelecer códigos de comunicação. Senhas em caso de seqüestro, frases camufladas que tem significado de pedidos de socorro. E manter sempre o contato com a localização. Para isso um Whatsapp é muito útil. Criar hábitos de duas em duas horas fazer um contato, nem que seja uma mensagem: “estou bem e em tal lugar”. Para família não importa que demorem desde que saibamos onde estão e como estão. O importante é que esteja bem.                                                                                                                                                         Pode parecer neurótico, mas é importante ter uma agenda com todos os telefones básicos como, delegacias de polícia, polícia rodoviária estadual e federal, centro de informações da Polícia Militar, e Federal; hospitais públicos de atendimento de emergência. (muita gente não sabe, mas em caso de acidente na rua, os bombeiros- SAMU, são obrigados por lei a conduzir o acidentado para unidade de atendimento de emergências do serviço público.) Ainda que após o atendimento possa haver remoção para hospitais particulares. Se tem um plano de saúde anote os telefones dos hospitais conveniados. Se alguém passa mal e está lúcido, pede para ser levado para hospitais do seu Plano de Saúde.

Em Niterói existe o CISP- que é uma Central de Informação. Estrada Francisco da Cruz Nunes, 6666 - Itaipu, Niterói – RJ. Tel:  ((21) 98450-0153, ou 153. Pode não ser perfeita, mas, é uma alternativa de informação. Saber também o telefone da Guarda Municipal: (21) 2717-2179. Embora não tenham poder de policia, estão na rua e acumulam informações do cotidiano urbano.

A questão é ter um parâmetro de localização para ter por onde começar a procurar. Quem tem smartfones (e tem bateria) é importante manter o localizador (GPS) ligado. Através do radar pode-se localizar alguém que se acidentou e está desacordado. Daí a importância de obter-se uma bateria reserva, um carregador ou ainda um cabo para transferência de energia. Manter uma atenção e valorização do uso do telefone já é uma medida preventiva de grande utilidade. É criar uma cultura de prevenção e não se desproteger. 

A grande maioria de assaltos ocorre quando o indivíduo se desprotege. Ou se distrai, ou vai a locais passíveis de ocorrências. Atualmente não se tem segurança nem num bar, inclusive os muito freqüentados. Os bares que possuem possibilidades de rotas de fuga são os mais vulneráveis. Sentar-se nas primeiras mesas em relação à rua é mais comum ser a primeira vítima. Busquem locais que tenham dificuldade de acesso, que estejam geograficamente mais protegidos por outros meios. O bandido precisa de uma via de fuga. Tanto é que em Niterói, os bares mais assaltados são aqueles de frente para uma via de escoamento fácil. Pode ser negativo para estes estabelecimentos e lamentamos, mas eles são sempre os mais possíveis de visita de marginais. Pode acontecer com qualquer um, ficar sem meios para retornar ou comunicar-se. É importante manter escondido uma nota de 20 reais, que seja, para uma emergência. É importante comunicar imediatamente a família o ocorrido e evitar maiores danos.

Procurem saber muito bem que tipo de lugar e festas freqüenta. Saiba da idoneidade dos promotores sociais. Alguém pode ir inadvertidamente a uma festa, como aconteceu recentemente na Zona Oeste do Rio, e todos foram presos por suspeitas de cumplicidade com milícias. Depois de preso, o prejuízo é inevitável. Se a família souber do local onde foi o filho ou parente, é mais provável que a ajuda chegue mais cedo. É melhor mesmo é prevenir.

Telefones de Emergência: - Corpo de Bombeiros  193, - Policia Militar  190, - Polícia Rodoviária Federal  191,  -  Polícia Rodoviária Estadual  198, - Defesa Civil  199, - Central de Atendimento à Mulher no Brasil 180, SOS Crianças Desaparecidas - R. Voluntários da Pátria, 120 - Botafogo, Rio de Janeiro – RJ. Telefone: (21) 2286-8337. Horário: Fecha às 18:00h.


-----------------
Documento
A Ameaça dos Mitos na Política

-----------------
Documento
O Aparelhamento Político nas Universidades e Escolas

-----------------
Documento
O Perigo do Etnocentrismo

-----------------
Documento
Falsas Informações: Prejuízos e Conseqüências

-----------------
Documento
Desenhos Animados: Benefícios e Riscos

-----------------
Informes
Ano Novo Judaico...

-----------------
Informes
Lançamento de Candidatura...

-----------------
Informes
Inauguração de Comitê Icara...

-----------------
Informes
Candidatura Irreversível...

-----------------
Informes
Busto de Angelo Longo...

-----------------
Informes
Resgate Familiar...

-----------------
Informes
Mensagem aos Advogados ...

-----------------
Informes
Posse na Câmara dos Vereadore...

-----------------
Informes
Afinidades e Princípios...

-----------------
Informes
Catavento no Campo de São Ben...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns