Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Pela Cidade
Causaram Impacto...

-----------------
Em foco
Câncer de Mama...

-----------------
Internet
Você Foi Enganado!...

-----------------
Informes
Audiência Pública...

-----------------
Informes
Músicos na Pestalozzi...

-----------------
Dnutricao
Aquele Café Depois do Almoço...

-----------------
Tnews
Sofrimento Diário...

Cargas Assassinas

Existem situações que nem sempre percebemos ou nos damos conta do quanto representam de perigo imediato. Quando entramos numa estrada, muitas vezes buscando apenas o lazer e descanso emocional, passamos por cima de muitos aspectos que nos rondam e não percebemos a sua nefasta presença. Por uma cultura permissiva de vícios políticos, sociais e até profissionais, negligenciamos exigências legais e de comportamento, comprometendo a segurança coletiva. Uma simples carga, transportada inadequadamente, pode ser o veículo de muito sofrimento, inclusive com perdas de muitas vidas.

Recentemente, na BR 101, no Espírito Santo, um caminhão carregado de placas de granito provocou a morte de 11 pessoas e nove ficaram feridas. O que provoca acidentes fatais como este? Que tipo de responsabilidade se deve ter, considerando uma consciência em relação à segurança pessoal e coletiva? O que basta?

Recentemente, na BR 101, no Espírito Santo, um caminhão carregado de placas de granito 
Provocou a morte de 11 pessoas e nove ficaram feridas. O que provoca acidentes fatais como este? Que tipo de responsabilidade se deve ter, considerando uma consciência em relação à segurança pessoal e coletiva? O que basta?
Primeiramente, podemos considerar muitos fatores participantes e determinantes de um episódio fatal como este descrito. Todos possuem influência em níveis diversos, mas, a conjunção desses fatores conduz para um desfecho inevitável. A soma destes elementos vai provocar danos, independente da sua variação de intensidade. Mais ou menos, mas, vão causar algum tipo de dano.
Existem regras de conduta, aprovadas tecnicamente e sustentadas dentro de leis e portarias diversas, variando em pequenas diferenças, mas, todas voltadas para o mesmo objetivo: a segurança coletiva. Como existem negligências e insuficiência fiscalizadora, estas regras de segurança são comumente burladas. Só nos damos conta do tamanho do problema quando graves e fatais acidentes acontecem.
No caso desse acidente descrito, ocorreu pela soma de fatores como: o caminhão utilizado para transportar placas de granito era inadequado, sem estrutura física para suportar esta carga e era proibido de fazer este tipo de transporte. Estava em condições precárias de suspensão e pneus gastos e avariados. Não obedeceu às regras de amarração e acondicionamento técnico para este tipo de carga. Por estar irregular apressou-se para burlar a fiscalização e ultrapassou a velocidade recomendada. Velocidade máxima permitida no trecho era 80 km/h. Tacógrafo do caminhão foi analisado pela PRF e registrou 110 km/h no momento do acidente.
Era um domingo, por volta das 15h., e o choque envolveu dois caminhões, um Ford Ka e um micro-ônibus. O caminhão carregado de placas de granito fez uma ultrapassagem perigosa; a carga se soltou atingindo micro-ônibus; que desgovernado bateu numa carreta carregada de cervejas. Ambos pegaram fogo imediatamente. O Ford K colidiu com as placas de granito espalhadas pela estrada. No micro-ônibus viajavam 20 pessoas, que tinham saído de Juiz de Fora após uma apresentação do grupo de dança alemã Bergfreunde. Resultado: 11 mortes e 9 feridos gravemente.
Existem medidas determinadas pelo CONTRAN (Resolução 318\ 2009) que estabelecem normas para cada tipo de carga e proporções, como por exemplo: o comprimento varia entre: a) veículos simples: 14,00m. - b) veículos articulados: 18,15m - c) veículos com reboque: 19,80m. São medidas técnicas e devem ser seguidas rigorosamente.
Existem Horários de Circulação: para veículos, cujas dimensões de largura e comprimento não ultrapassem 3,00m e 20,00m, 24:00 horas por dia, e do amanhecer ao pôr do sol, para os veículos que ultrapassarem esses limites. Regra geral: É proibido estacionar nos acostamentos.
Responsabilidade Técnica
 É exigida a indicação de um engenheiro como responsável técnico pelo transporte, para cargas acima de 80 toneladas, o qual deverá visar o requerimento de solicitação de "A.E.T." e toda documentação que a acompanhar.
Existem conceitos teóricos e práticos para amarração segura de cargas no transporte rodoviário. 
1- Identificam-se os principais riscos e prevenção de acidentes. 2- Os conceitos técnicos, como forças atuantes, cálculo das tensões e implementação de sistemas de amarração. 3- quais são os equipamentos permitidos e homologados, tais como cabos de aço, cintas sintéticas e correntes.  4- É preciso identificar com perícia técnica as relações entre a estabilidade da carga, peso e atrito.
Se forem seguidas as normas e determinações técnicas, diminui substancialmente os riscos de acidentes. Como há má fé, corrupção, cultura de menor esforço e insuficiência na fiscalização, ficamos todos expostos ao fator, conhecido como: Cargas Assassinas. 

-----------------
Documento
Ajuda Para os Filhos dos Portadores de HIV

-----------------
Documento
Legalizar ou Reprimir as Drogas

-----------------
Documento
Cargas Assassinas

-----------------
Documento
Reforma Política: Propostas e Para Que Servem

-----------------
Documento
Perigo Nuclear

-----------------
Informes
Audiência Pública...

-----------------
Informes
Músicos na Pestalozzi...

-----------------
Informes
Um Novo Vice-Presidente...

-----------------
Informes
Conselho Escolar Indígena...

-----------------
Informes
Carandiru na Câmara...

-----------------
Informes
Niterói em Cena...

-----------------
Informes
Modinha Que Não Sai de Moda...

-----------------
Informes
Plantio de Novas Árvores...

-----------------
Informes
Vereador Gallo Vai para o PPS ...

-----------------
Informes
Aniversário do Clube Central...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns