Diz Jornal - Cultura e Cinema | Documento | Nutrição | Informes | Internet | Edgard Fonseca | Pelo Whats | E! Games | Fernando Mello | Pela Cidade | Em Foco

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores

Tels: (21) 3628-0552 / 9613-8634
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Centro - Niterói/RJ | 24020-270
Email: dizjornal@hotmail.com

PROJETO GRÁFICO - Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
TIRAGEM IMPRESSA: 16.000 Exemplares

Newsletter
Receba nossas edições no seu e-mail.

 
 

-----------------
Edgard
Poderia Ficar Calado...

-----------------
Edgard
Cidadão Niteroiense...

-----------------
Edgard
Novo Acadêmico na ANF...

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)...

-----------------
Internet
Educação a Distância Mesmo....

-----------------
Documento
O Mundo dos Youtubers...

-----------------
Fernando Mello
Cheque Especial Demais...

Empoderamento

O cinema está, cada vez mais, habilitado a colocar o dedo nas feridas da sociedade... Através das lentes de um cineasta, conseguimos, muitas vezes, enxergar questões importantes, com uma nitidez excepcional. É como se o cinema pudesse dar um zoom nos problemas, expondo-os de forma muito clara. Ponto para mais este papel importante da Sétima Arte! E, desta vez, o cinema decidiu usar uma leve comédia para falar de um tema bastante delicado, que é a imposição da perfeição que vivemos atualmente. A verdade é que, caso vocês não seja indefectível em todos os aspectos da sua vida, você não serve... Na verdade, isso é uma grande besteira, mas as revistas, os programas de televisão, seus vizinhos, seus coleguinhas de academia, seus companheiros de trabalho, enfim, o mundo vai cobrar de você a perfeição. Cabe a nós filtrar tantas cobranças, para não termos que carregar, inutilmente, o mundo nas costas!

E, para as mulheres, as pressões são infinitamente maiores do que para os homens! Precisamos nem ser altas nem baixas: Se formos altas, devemos usar rasteirinhas. Se formos baixas, usaremos salto até para andar na praia. Se tivermos cabelos cacheados, esticamos. Se tivermos cabelo liso, cacheamos. Se os fios são brancos, tingimos. Se forem poucos, implantamos! Parece muito? Nem comecei a lista ainda! Não podemos sair sem maquiagem. Tá louco? Temos Gloss, batom, rímel, sombra, delineador, primer, base, corretivo, blush, pó compacto, curvex, pinça, pincéis, demaquilante, tônico... Duvido uma mulher atualmente não ter um kit de maquiagem com, pelo menos, esses itens listados. E, estou falando do básico, ok? Ah... Esqueci o desodorante, o perfume e os cremes para o rosto e corpo.

Esta mesma mulher frequenta academia, manicure, cabeleireiro, depiladora, esteticista e nutricionista. Vai, regularmente, ao dentista e ao ginecologista. Faz exames periódicos. Cobram que ela coma em pouca quantidade, carboidratos de dia, proteínas à noite. Lipídios?Jamais! Ela estuda e trabalha feito louca. Tem que ter Graduação, MBA, Mestrado e Doutorado. É essencial o inglês e o espanhol fluentes, tendo, obviamente, feito Intercâmbio... Afinal, como assim não ter uma “experiência internacional” neste mundo tão globalizado? E, é claro, ela precisa ter salários para cobrir todos seus gastos–e os (vários) extras que sempre aparecem! E ela precisa ter um relacionamento. E até sua própria mãe – junto com as tias e as vizinhas – diz pra ela que "sozinha ela não pode ficar". E o príncipe encantado, onde ela vai encontrar? E os filhos? Deus, e os filhos? Esta mesma mulher que já faz isso tudo, precisa se casar. Cozinhar, lavar, passar, limpar a casa, ou, então, uma faxineira contratar! Mas, quem é que vai pagar a conta do colégio das crianças, o inglês, o judô e o balé dos pequenos? Tomara que, o marido não tenha já se apaixonado por uma menina mais jovem, e deixado essa guerreira para trás...

Você, leitor, já está cansado com o que acabou de ler? Eu imagino! E essas são apenas algumas das coisas que a mulher moderna precisa lidar. Tem muitos fatores por detrás disso tudo. Diversas cobranças que vão da barriga tanquinho, até ao equilíbrio emocional. Eu, particularmente, acho até engraçado quando se impõe às mulheres que acabaram de dar a luz, que as mesmas "restabeleçam”, em poucos dias, o corpo anterior ao da maternidade. Ora bolas, aquele ser passou nove meses gerando uma nova vida. E, do nada, a sociedade insana, deseja que ela emagreça e endureça abdômen, glúteos e pernas? Gente, vamos acordar: há algo muito errado nisso tudo!

 

Enfim... Se você achou interessante esta reflexão, eu te convido para assistir a “Sexy Por Acidente”. Para não dar spoiler, vou apenas passar a ideia da película. Uma mulher normal (ou seja, nada perfeita) vive às voltas com a sua autoestima, principalmente por causa de sua aparência. A questão é que ela sofre um acidente, bate com a cabeça e a percepção que ela tinha de si mesma muda. Ela passa a se ver diferente, se amando e se valorizando. O bom é que, quando ela muda a forma com que ela se enxerga, ela consegue mudar a forma que o mundo ao redor a trata. Uma lição mais do que bonita de empoderamento feminino. Eu amei! E aposto que, se todas nós, mulheres, nos valorizássemos mais como nós somos, seríamos muito mais felizes. Fica a dica!


-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim... (que eu conto)

-----------------
Cultura e Cinema
Moda Hi-Tech

-----------------
Cultura e Cinema
DIZ pra mim...

-----------------
Cultura e Cinema
Para Todos os “Miminis” Que Já Odiei

-----------------
Documento
O Mundo dos Youtubers...

-----------------
Documento
Nação Dividida: Velhos Amigo...

-----------------
Documento
O Tsunami Bolsonaro...

-----------------
Documento
Pesquisas para Confundir...

-----------------
Documento
O Voto Útil Transformador...

-----------------
Documento
A Ameaça dos Mitos na Políti...

-----------------
Documento
O Aparelhamento Político nas ...

-----------------
Documento
O Perigo do Etnocentrismo...

-----------------
Documento
Falsas Informações: Prejuíz...

-----------------
Documento
Desenhos Animados: Benefícios...
 
Últimas Edições
Rua Cônsul Francisco Cruz nº 03 - Niterói/RJ | (21) 3628-0552 / 9613-8634 | dizjornal@hotmail.com
Creat by EADesigns